Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Momentos heréticos’ Category

A percepção é um dos maiores dons que temos. É claro que ele está diretamente ligado ao grau de inteligência (ou a falta de) da criatura. A percepção nos permite ter reações adversas de situações e, particularmente, nos leva a conclusões sobre o que fazer ou o que pensar sobre aquilo.

Desenrolando isso, eu quis dizer que, a nossa percepção nos leva para lugares diferentes de outros, e, geralmente baseia-se nos nossos conceitos (ou pré-conceitos).

O que eu quero dizer com isso?

Bom, basicamente há muita diferença no que dizem e no que a gente percebe. Se a pessoa não tem senso crítico, dificilmente perceberá quando alguém dá uma notícia falsa, que está tentando te enrolar ou então que aquilo não faz o menor sentido.

E há diversas sutilezas que nos cercam. Várias, eu diria. E quanto mais o mundo avança (???), mais elementos a serem levados em conta no nosso juízo (ou a falta de) teremos.

Há, por exemplo, uma enorme diferença entre o “Ensino Fundamental” e o “Ensino Fundamentalista”. Caiu a ficha? Não? Tipo, escolas normais e escolas do MST… nada ainda? Ah, então vai ler jornal, porra!

Também há, como todo mundo sabe, tendências em tudo o que vemos, lemos e ouvimos na mídia. Sim, a mídia é tendenciosa, caso alguém ainda não sabia…

E, nessas horas, é primordial que tenhamos percepção das coisas para saber onde querem chegar quando nos dizem, sugerem ou conclamam a fazer algo…

Tá bom, vou ser mais objetivo… vou tentar exemplificar:

Com a morte do Osama, veremos milhares de notícias sobre isso… geralmente de um lado festejando a ‘vitória’ dos EUA, que livram nossa cara desde terroristas até ET’s em filmes de 5ª categoria… e, do outro lado, gente bradando o nome de Deus para justificar esse monte de sangue derramado de forma estúpida… e é aí que cada um tem que filtrar as informações recebidas.

Primeiramente. Se existe um Deus e todo esse pessoal que crê Nele e está em sintonia com Ele, é óbvio que matar em nome desse Deus é o ato mais estúpido que possa se fazer em nome Dele.

Segundo. Não interessa se o criador se chama Alá, Deus, Jeová, Chuck Norris ou Xena a Princesa Guerreira, se é que você crê em um ser superior, que te criou e sustenta o universo, que prega harmonização, porque raios você vai se bater com alguém que chama esse mesmo Deus por outro nome?

Você tem raiva dos atos nocivos que aquela religião pratica? Pois bem, eu diria que poucas não fizeram cagadas históricas, e, mesmo que não fizessem nenhuma, a culpa não é das religiões em si, mas sim dos debilóides que agem de forma estúpida em nome dela.

Há terroristas no Islã? É claro… todos os islâmicos são terroristas? É claro que não!

As Cruzadas católicas não foram atos terroristas? A inquisição?

Hitler bradava o nome de Deus para fazer aquele monte de merda que fez…

Enfim, o que eu quero dizer com isso, meus amigos, é que não adianta nada você se indignar com a notícia em si se você não sabe o contexto todo. O que move o mundo são as perguntas, já dizia o sábio… e, se com essas perguntas, você não se dignar a buscar material para tirar suas próprias conclusões, aí ferrou… sinto muito em dizer que você será mais um papagaio repetindo o que os outros dizem. Ou pior, um marionete que compra as idéias alheias e as incorpora como sendo suas sem ter a menor idéia se ela vai te beneficiar ou te estrepar a curto, médio ou longo prazo…

É claro também que não dá para você achar que solucionar problemas que perduram milhares de anos com um tiro é algo viável, pois todo mundo sabe que não faltam bestas ao mundo para falar em ‘retaliação’ ou que ‘essa barbárie não ficará impune e blablabla…’. Dessa maneira, com ataques e contra-ataques, temos aí guerras que perduram séculos… aliás, eu diria que os problemas entre cristãos e o islã perduram desde as cruzadas…

E que culpa nós temos que Maomé achava que vitórias em guerras eram ‘prova’ de que Deus estava ao seu lado? Os cruzados também achavam isso… notem que a lógica dos doidos é a mesma: Se eu matar uma porrada de gente e não me foder, é porque Deus está comigo… HELLOOOOOOO!!!

A fé é totalmente saudável, já, o fanatismo é uma falha de caráter… notaram a sutileza (ou a falta de)?

“Imagine aaaaaall the peopleeeeee, living life in peeeeaaaaaace …”

Preconceito com o Android… por isso o mundo não avança…

Read Full Post »

Eu sei que é de bom tom a gente moderar o vocabulário… mas, em alguns casos a coisa fica quase impossível.

Hoje me deparo com outra notícia de uma (fiadaputadesgranidadosinferno) mãe (???) que coloca o filho no lixo após o nascimento. E é nessas horas que eu me pergunto até quando vão tratar imbecis como coitadinhas vítimas de uma disfunção hormonal ou vítimas sociais que não tem condições de criar crianças?

Tá certo que a outra aquela que colocou no tele-entulho saiu de camburão. Mas, ainda assim, acho que deveria existir punição exemplar para essas (cadelas parideiras) pessoas, tal qual um pai que atrasa o pagamento de pensão vai ver o sol nascer quadrado.

Outro fator que me leva a ponderar é, até quanto a interferência externa é responsável por esse tipo de merda?

Por exemplo, a criação cristã que prega que o sexo é só para procriação, e, como a galera é chegada num esfrega, começam a produzir filhos em velocidade maior do que um político consegue produzir merda.

E então senhor Papa? Não deu ainda para se dar conta de que sexo só com fins procriativos causa mais dano social do que qualquer outra coisa? Faz o favor de mandar um e-mail pro céu e pedir para algum santo atualizar aí os mandamentos ou revisar a bíblia… uma segunda edição editada já tava bom… Diz lá que a mulherada tem direito a dar o que quiser, desde que não termine em gravidez não planejada… e que, as vezes é melhor um ‘nas coxas’ do que um 13º filho…

Outro ponto é a famigerada ‘falta de informação’. BULLSHIT! A Cleópatra já usava tripa de carneiro como camisinha lá no tempo da Elizabeth Taylor. E hoje em dia qualquer ser humano sabe o que é uma camisinha, e, mesmo que não soubesse, as mulheres há séculos conhecem métodos sexuais que não envolvam as suas perseguidas. Lembram do tempo em que eram obrigadas a casarem virgens? Pois é, naquela época elas já davam o fiofó, masturbavam e boqueteavam tranquilamente, sem medo de ir pro inferno por terem rompido o ‘lacre de qualidade’…

Então mulheres, querem seguir dando? Pois que dêem. A gente gosta, aliás. O que a gente não gosta é de ter que pagar pensão depois. É claro que o anormal que goza dentro sem camisinha merece ser pendurado pelos ovos por 3 dias, mas, se é assim tão difícil que nós pensemos com a cabeça de cima e elas fecharem as pernas, que então se institua o sexo alternativo. Comam mais bundas, façam espanholas, boquetes… enfim… virem-se! Literalmente…

Caso não tenham idéia do que fazer, aí vai uma sugestão (cliquem no link para ir pro texto):

Sexo não penetrativo

O link aí dá uma idéia de com se divertir sem se ‘aprofundar no assunto’. Usem e abusem dos métodos, esse não gera crianças e nem obriga idiotas a criar ninguém…

Colando o velcro

No olho não!

Sua bênção padre!

Ai, tem um troço me espetando…

Cansou as mãos? Vai com os pés mesmo…

Read Full Post »

Todo mundo fala em valores… tanto na parte financeira, quanto na parte moral.

Mas, valores, como tudo na vida, têm um cálculo. E esse cálculo não segue uma equação matemática simplista, e, tampouco é deduzido de algum postulado, embora alguns acreditem que sim. Seria mais ou menos como um “O que eu ganho – o que eu perco”.

Mas, ainda assim, as aplicações de valores se confundem volta e meia. Tipo, quando alguém resolve ter algum valor moral mediante ao pagamento de algum outro valor monetário. Políticos em geral, por exemplo.

Pois eu acho que o valor financeiro, ao contrário do valor moral, é algo que não se tem simplesmente. A gente o ‘ganha’ por ter cumprido alguma meta ou ter dançado conforme a música. Já, em contrapartida, o valor moral é algo que se tem independentemente do montante de outros ‘valores’ que possam lhe oferecer para pô-lo de lado…

Então, a máxima “Todo homem tem seu preço”, por si só quer dizer que nenhum homem tem valor moral que ultrapasse algum valor financeiro (ou de qualquer outro benefício egoísta). O que eu acho que, apesar de ter um fundo de verdade, não é lá bem assim.

Eu acho que, quando o valor moral é REALMENTE incorporado pela pessoa, e não só quando ela se resigna a ele, esse valor passa a fazer parte dessa pessoa, e não só é mais uma coisa chata que ela tem que se lembrar para não parecer alguém socialmente incompatível.

Entenderam?

Tá bom, é meio complicado mesmo. Mas o que eu quero dizer é que alguma pessoas aparentam ter valores morais. Elas ‘vestem-se’ com eles de acordo com as circunstâncias em que se encontram. Já, outras pessoas realmente os possuem em suas essências. Elas são aquilo, não precisam se controlar, se vigiar ou fazer um esforço Hercúleo para manterem-se firmes naquilo. Seria o popular “ser” ou “aparentar”. Todos somos alguma coisa em nossas essências mas aparentamos outra coisa para quem nos observa. São poucos os que realmente passam a real idéia de quem são aos outros.

Como?

Através de máscaras, por exemplo. Todo mundo um dia já deu uma ‘aumentada’ em alguma história para parecer mais legal… ou, abreviando, já aparentou ser alguém que não era por algum motivo qualquer.

E o fato de usarmos disso não quer dizer que não temos valores morais, nada disso. Só estou exemplificando a parte do Ser x Aparentar.

Além disso, para termos certos valores, é necessário algum parâmetro maior para que nos enquadremos a ele. Por exemplo, dogmas religiosos.

Então, por exemplo, para a igreja católica, que acredita no ‘crescei e multiplicai’, e, valendo-se disso condenou por muitos anos o uso de contraceptivos, todos que transam sem fins procriativos não estão de acordo com os valores morais que o catolicismo prega.

E daí?

Daí que para alguns estar enquadrado nisso está diretamente ligado ao outro valor, o do benefício. Ou seja, estar dentro desses valores cristãos e tals, garante a você uma passagem VIP pro paraíso sem escala no purgatório, que foi rebaixado a segunda divisão astral, tal qual Plutão (o que me leva a cogitar que o purgatório ERA em Plutão).

O que eu quero dizer com isso?

Quero dizer, simplesmente, que valores são conceitos extremamente relativos, e, que na mão de pessoas com capacidade de dar nó em pingo d’água, pode ser algo a ser usado como arma. Temos aí o fanatismo que não me deixa mentir, certo? Porque tudo é questão de como se analisa uma certa situação. Aceitar alguns conceitos sem questioná-los é uma forma de escravidão. Afinal, alguém já parou para pensar se essas ‘leis morais’ estão adequadas ao tempo presente, só para começar a conversa?

Digamos que, algum metido a engraçadinho, tipo eu, analise coisas de forma a deturpá-las, não para despertar a ira de crentes unicamente, mas, talvez, para tentar mostrar que pode haver sim algo ridículo por trás disso. E que, talvez, você, eu e muita gente pode ter vivido com esse conceito vindo lá do berço sem sequer ousar questioná-lo.

Ora vejamos, se a igreja católica acha que sexo sem procriação é inadequado, das duas uma: ou teremos um povo mais estressado, mais brigão e muitíssimo menos amoroso, ou então teremos um avanço monstro na já superpopulação terrestre. Tirando o fato de qualquer outra prática sexual passaria a ser automaticamente condenável, tipo: comer uma bundinha, bater uma, um boquete, um esfrega-esfrega… enfim… a lista é grande. Fora as dissidências que vêm daí, o homossexualismo, por exemplo.

Notem que dentro de um suposto conceito moral ‘elevado’, pode estar contido uma intolerância que gera ódio, rancor e um monte de merda… seguindo a linha ‘(i)lógica’ de raciocínio (??), concluímos que, pelas leis cristãs, sexo sem procriação é errado, portanto, sexo homossexual, que não tem como procriar é errado, e, portanto, Deus não gosta de gays… isso é um silogismo simplista, mas, que gera muita cagada…

Viram onde eu queria chegar? Não???

Era só para dizer que o fato de você ter valores morais elevadíssimos, ilibados e imaculados, não te torna automaticamente uma boa pessoa…

Tá na hora de revermos nossos conceitos… e pra ontem!

“na moral, na moral… só na moral…”

Read Full Post »

Teorias conspiracionistas sempre existiram. O que também acontece é que tem muito doido que toma umas coisas esquisitas e entra em polvorosa porque um elefante cor de rosa contou para ele durante o delirium tremens.

Isso se confunde um pouco com o sistema religioso atual. Tipo, a fonte pode ser confiável, mas o receptor pode ser uma bosta…

É mais ou menos como você comprar uma televisão Full HD 3D Ultra-Mega-Super-Übber Fodástica e usar aquelas antenas em “V” do R$1,99 com Bombrill na ponta…

Digamos que o divino até pode mandar uma mensagem, mas, o raio do profeta, que é um humano, passível de fazer merda, pode ter entendido errado…

Até hoje nos confrontamos com problemas religiosos que se originam de meros erros de tradução dos documentos sagrados… Guerras declaradas, gente morta e um monte de merda feita em nome de escritos que nem bem traduzidos estão… Onde estava o Google há 2000 anos atrás?

Se bem que com o Google translator a coisa ficaria pior…

Olhem um exemplinho:

O Salmo 92 do Latim pro Português…



Mim não falar o seu língua…

Um elogio de um cântico de Davi, no dia em frente do sábado, quando a terra é habitada
O Senhor reinou lhe puseram a beleza é o Senhor está vestido com força, e
e cingiu-se Para ele estabeleceu o mundo, que não deve ser transferido O teu trono, ó

2 está pronto para partir, que és tempo de eternidade

Três rios levantaram, ó Senhor, as cheias levantou a sua voz: eles vão levantar o seu
os rios de suas ondas;
4, com as vozes de muitas águas, a estranha surge do mar: maravilhoso é o alto
O Senhor
5 são os teus testemunhos tornar extremamente crível: santidade faz a tua casa
Senhor, comprimento até os dias de”

Entenderam??? Nem eu…

Pois com esse monte de informações trocadas, embora algumas sejam convergentes mesmo no topo do non sense, é que temos que nos virar para planejar nosso futuro…

Futuro?

E se esse monte de doidos estivessem certos, por acaso?

Digamos que esse monte de coisas que a gente vê na internet e que é facilmente rechaçada por um ‘especialista’ qualquer fosse verdade?

E, se por acaso, descobríssemos que o tal 12º planeta se aproxima da terra e que com ele virá uma chuva de asteróides que seu campo gravitacional empurrará para cá. E com isso um monte de merdas imprevisíveis faria 2/3 da população perecer?

Provavelmente entraríamos em surto, fanáticos religiosos começariam a ‘limpeza’ dos impuros para a chegada do Senhor e mais um monte de coisas que a tosqueira insana permitir…

Talvez, por isso mesmo é que sempre escondam coisas da população. Porque a maioria do pessoal não teria condições de suportar a informação e as reações poderiam ser tão catastróficas quanto o próprio evento…

Pois eu acho que, imprevisível mesmo é o nível de insanidade que pode-se chegar um povo quando alguém gritar: “AGORA FODEU, É CADA UM POR SI, NEGADA!”

Eu acho que, sinceramente, se acontecer o previsto, quem ficar por aqui vai ter que rever seus conceitos. Pois recomeçar uma civilização não é para qualquer um.

Mas, em contrapartida, se dizimarem povos inteiros, talvez, finalmente comecemos a pensar como um único povo de um planeta e paremos com essa palhaçada de segregação religiosa, racial, sexual e o diabo a quatro.

Se é que existe isso de que ‘há males que vêm para bem’, talvez me console um pouco, pois mesmo odiando boa parte do que acontece atualmente, não consigo desejar o mal para os outros. A não ser que esse outro faça mal à criancinhas.

Para evitar esse monte de doidos que lideram ‘rebanhos’ de fiéis. Que queimam livros sagrados ou explodem-se em nome de suas divindades, seria bom mesmo que Deus se materializasse e explicasse direitinho o que pretende que façamos e qual é o plano da coisa. Deixar scrap no orkut com musiquinha e luzinhas piscando, escrever em 140 caracteres no Twitter ou publicar no Facebook não ia funcionar…

“Qualé grandão, vai encarar??? Isso é Bullying intergalático, porra!!!”

Read Full Post »

O mundo muda. E a passos largos.

E, como tudo tende a evoluir (menos a política), é normal que coisas do passado se moldem à nova realidade…

Imaginem os despachos do pessoal das afro-religiões?

Partimos do princípio que os espíritos antigos pedem oferendas de acordo com a época em que eram vivos. Mas, como o pessoal da época atual também está morrendo aos borbotões, é bem capaz da coisa se atualizar do lado de lá também.

Daqui uns anos a coisa poderia estar assim:

– Mizifia, pra suncê trazê a pessoa amada de vorta, suncê pega 3 vela de motor de BMW, da Bosh, coloca na frente do terminal do santo, ou, se preferir, manda por email.

– Mas por email eu faço como as oferendas?

– Depende de qual entidade suncê quer pedir ajuda. Se for pro Caboclo Timetamão, suncê manda fotos de muié pelada em anexo, com o ponto dele, que pode ser baixado em MP3 no site do terreiro. Mas já aviso que ele odeia remixes. Se for em versão funk então, ele faz o serviço ao contrário.

– Tem algum outro que faça isso?

– Até tem, mas não recomendo. A tribo dos Emo Colorido também faz isso, mas, geralmente, eles fica deprimido e acabam fazendo a pessoa em questão se ‘matá’. Mas, querendo, manda um email pro: ‘povocolorido@MiGUxXxUs.inferno.br’, com um clipe do Fiuk em anexo como oferenda.

– Entendo. Mas não me parece uma boa idéia…

– Caso queira, ali ao lado, tem a Pomba Gira Funkeira, suncê vai lá e conversa cum ela. Ela é boa em trazê homi procê. Mas num é garantido que ele fique muito tempo. A gente nunca sabe se quem desce é cachorra, popozuda, gramurosa ou funkeira crente.

– Ok, acho que vou encarar essa, vamos ver…

O pessoal se aproxima, um caboclo pluga o berimbáu elétrico no amplificador e brada:

– DJ, solta o sampler!

O pancadão começa e uma senhora começa a se retorcer toda, o médium pede o ponto da entidade e então a senhora começa:

– VAI LACRAIA, VAI LACRAIAAA!

O pessoal para o som, um grupo de apoio chega, pedindo desculpas a moça e explica:

– Baixou um Exú aí, vamos ter que exorcizar… desculpa o transtorno… pode ir para casa, a gente atualiza no facebook quando estiver disponível novamente…

Em casa, a moça entra no facebook para conferir, e, após 32 anúncios rejeitados, sendo 1 deles:

“Grupo de orações conjuntas com promoção imperdível!!!! Antes, confissão e absolvição de pecado grave custava 400 ave-marias e 850 pai-nossos, agora, se a promoção for aceita por 500 pessoas, a absolvição sai por apenas 10 ave-marias e 10 pai-nossos!!! – Apenas R$39,90”

Outra que dizia:

“Tá trancado? Satanás não dá folga? Queime o satanás na fogueira santa virtual! Manda o número do seu cartão, com o dígito de segurança e a data de validade, que mandaremos o infeliz de volta para os quintos do Orkut!”

Ela então acessa o perfil do terreiro com o status: “O Armaggedom chegou!!! Rebelião de Exús Funkeiros se uniu aos pagodeiros e o terreiro terá que ser isolado por tempo indeterminado! Caso a gente não poste de novo é porque tivemos que sacrificar todo mundo…”

A moça clica em “curtir”, desliga o computador e resolve então ligar para a pessoa amada para convidar para sair no fim de semana…

“Sou eu bola de fogo e o calô tá de matá! Vai minterránarêia? Não não, vou atolá!!!”

Read Full Post »

A sociedade tem que se unir mais… o poder da família está cada vez mais diminuído. São divórcios, casamentos sem amor e tantas outras coisas que deixam nossa alma religiosa chorando… mas, grazadels, os nossos conselheiros espirituais estão cada vez mais tentando esmerar-se para prolongar os relacionamentos e para que possamos viver em comunhão (com um dízimo baixinho) com Deus e com nossos cônjuges…

São cursos de batismo, crisma, casamentos… tudo na melhor das intenções para nos (manipular) ensinar a sermos melhores cristãos…

Mas, na real, se o curso de casamento fosse algo prático, direto e honesto, deveria ser algo mais ou menos assim:

às mulheres

O Padre:
Irmãs, para manter um bom casamento, exercitem a reclusão em seus quartos durante a TPM… marido não é penico, portanto não fiquem ‘mijando’ ele toda hora…. quando ele chegar em casa estressado, paguem-lhe um boquete… se vocês trabalharem também, pode ser durante o banho conjunto… reconsiderem o sexo anal… sejam tementes a Deus nosso senhor, mas no quarto, a sós, sejam devassas, verdadeiras putas loucas sem vergonhas e sem pudores… lembrem-se que é feio uma mulher de família e de classe cuspir o que quer que seja…

aos homens…

O Padre:
Irmãos, sejam compreensivos, mas permitam-se mentir… nunca concordem quando ela lhe perguntar se está gorda, mesmo se ela parecer um gorila… sejam pacientes, ouçam todas as agruras de seus dias e de como a pedicure arrancou os bifes dos dedos dela, afinal pezinhos bem cuidados tem dessas coisas… tenham sempre chocolate nos bolsos… lembrem-se que calcinhas penduradas no box são sempre melhor do que calcinhas sujas no chão… baixem a porra da tampa da privada se não quiserem ouvir a ladainha… mijem sentandos quando acordarem, ou acostumem-se a lavar o banheiro… se resolverem encochar suas esposas durante o sono, lembrem-se de não peidar durante…

 

Simples como a vida… ahahahaha

Eu passei com média 8, mas ele pegou recuperação…

Read Full Post »

Ah, o milagre da vida…

cantado em prosa e verso nos 4 cantos do mundo, desde sua concepção, com todas suas trajetórias inconstantes, surpreendentes e sei lá mais quantas coisas algum compositor chapado puder compor…

Mas, diria eu, que tão gloriosa é a nossa vinda pra cá, é manter-se aqui… afinal, nos dias de hoje, o real milagre da vida é estar vivo…

Se nos basearmos pelos noticiários, agências de informação e os ‘profetas’ de plantão, é uma coisa tão absurda você ou eu ainda estarmos aqui inteirinhos da Silva, que eu nem me arrisco a jogar na Mega-Sena mais para não ‘gastar’ tamanha sorte…

São balas perdidas, mosquito da dengue, AIDS, câncer, terroristas, bandidos, políticos, trânsito doido, unha encravada, bebidas e comidas malignas e etc, que eu já estou com as barbas de molho quanto ao futuro…

Mas, caso você sobreviva a tudo isso, ainda tem os efeitos do clima… você, todo santo dia, ao sair de casa, se esquecer o protetor solar (abraço, Bial!), pode ficar com câncer de pele, pode ser vítima de uma tempestade instantânea, pode tomar água contaminada em lugares com seca ou ser vítima de algum motorista que não deu bola às 1.645.465, 32 propagandas sobre trânsito e direção e resolveu invadir um ponto de ônibus ao capotar de tanta canha…

Mas não é só isso!!!

Já começamos a conviver com várias teorias conspiratórias pela net de que estão construindo bunkers para um possível fim do mundo em breve… então, comecemos a testar a veracidade disso tentando empréstimos a longo prazo. Se der, enfiem o pé na jaca com os financiamentos-monstro, mesmo com 100% de juros ao ano, para, pelo menos, viver em alto estilo estes últimos anos que restam para a humanidade…

Eu ainda não tenho bem um plano B para isso, talvez me mude para Chapada Diamantina para ver se rola alguma carona em algum OVNI, ou, na pior das hipóteses, me chapar com aquele monte de bicho-grilo por lá e fazer a passagem completamente doidão… já que eu, nos meus 36 anos quase completos, não perdi o meu tempo me chapando… e aí é nessas horas que eu me pergunto… e para que? Se o mundo vai acabar mesmo, dane-se!

Talvez algumas insanidades coletivas sejam apenas reflexo de que o pessoal já tenha se dado conta que estamos no lucro, então, resolveram sair do convencional.

Transe sem camisinha, gaste o que tem e o que não tem com luxos bestas e desnecessários, mande aquele chefe mala para puta que o pariu, ria na cara dos ratos de academia que perdem horas malhando, gargalhe na cara das modeletes esquálidas que deixam de comer e beber o que gostam para manter a forma… enfim, fodam-se todos os preceitos da boa forma e da saúde impecável, afinal, dificilmente alguém conseguirá gozar da plenitude da velhice com saúde… até porque, dizem, os altos índices de alumínio em tudo o que consumimos é o principal causador de Alzheimer na galera… então, mesmo que você consiga ficar saudável na velhice, não vai atinar o que fazer mesmo…

Que coisa, né não?

Bom, mas a perguntinha que fica é: E se estiverem errados?

E se o mundo não acabar?

E se os cataclismos não passarem por aqui?

E se conseguirem consertar essa merda que fizeram com o planeta?

Bom, aí, nesse caso, é bom que você também tenha um plano B para reverter esse monte de merda que eu sugeri… ou não… afinal, desse monte de frases feitas e lugares-comum que encontramos por aí, a melhor delas ainda é a: “Viva cada dia como se fosse o último, pois um dia desses será mesmo…”

Read Full Post »

Older Posts »

%d blogueiros gostam disto: