Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘bundas’

Caso você seja alguém feio e sem dinheiro ou, no caso da mulherada, sem recursos para se entupir de silicone e hormônios masculinos para ficar com aquele corpitcho de traveca se achando a totosa e virar alguma sub-celebridade ou mulher qualquer-coisa do funk, é bom você começar a pensar em alternativas para ganhar um troco…

Estudar é para os fracos… óbvio… isso te garante salários normaizinhos… nada que satisfaça o ego de uma celebridade, certo?

Talento é coisa que não se usa mais, afinal, ninguém mais quer coisas diferenciadas, visto a enorme capacidade de imitação que acompanhamos nos nossos círculos e é tendência confirmada em tudo que é lugar….

Ser original é tão ano passado… a moda é acompanhar tendências…

peraí… moda? Tendências? Já ouvi isso antes… ah é, em minhas aulas de estatística na faculdade… vejamos:

Moda ( m )– observação que ocorre com maior frequência numa amostra.

Tá, coisa que acontece seguidamente… o que não quer dizer, necessariamente, que seja algo bom… vamos tentar no amansa da língua portuguesa:

Significado de Moda

s.f. Uso passageiro que rege, de acordo com o gosto do momento, a maneira de viver, de vestir etc.
Fantasia, gosto, maneira ou modo segundo o qual cada um faz as coisas.
Cantiga, ária, modinha.
Estatística. Valor do argumento central da classe de frequência máxima. Suponha-se que um menino conte os ovos de 77 ninhos de pássaros. Ele vê que quatro ninhos possuem um ovo cada um, 65 têm dois ovos cada um; cinco têm três ovos; e três têm quatro ovos. Os ninhos que contêm dois ovos são os que mais se repetem. Portanto, dois é a moda ou valor modal deste grupo de números. A moda é um tipo de média muito utilizada.
Estar na moda, estar em voga, ser geralmente usado.
Passar da moda, deixar de ser imitado, deixar de estar no gosto atual.
Bife à moda, prato feito de maneira especial por alguém, ou por um restaurante.
loc. prep. À moda de, segundo o gosto de.

Buenas…

de acordo com as explicações, dá para entender que, estando na moda, você está repetindo coisas que MUITAS OUTRAS PESSOAS também repetem… e, isso, ao meu ver, usando outro termo estatístico, é estar na tendência… na média… ou seja, SER UM MEDÍOCRE…

Pois bem, se assim o quiserem, nada contra… só queria me certificar que todos sabem do que se trata estar na moda… e o principal, quem é que dita essas regras?

Geralmente alguém com grande influência, com passagem ampla na mídia e que, com a ajuda subliminar do marketing, acaba em seu cérebro, corroendo-o…

Não há doença alguma em seguir a moda… a doença está mesmo em gostar de algumas modas sugeridas…

Assim como os mercados e os preços das bolsas são determinados por velhacos que calculam riscos disso, daquilo ou daquilo outro, e, invariavelmente determinam padrões que seriam informações inúteis se não fossem a cambada de antas que seguem estes conselhos, na moda ocorre a mesma coisa, só que ao invés de velhacos, são gays ou doidas entediadas que fazem isso…

Se um bambabam da moda determinar que agora o heap, o must, ou sei-lá-qual-termo que inventarão para dizer que é superior ao anterior, disser que agora o lance é usar calcinha por cima da calça, a mulherada ficará com as barbas de molho e olhando torto… mas, basta alguma BBB ou atriz de novela aparecer usando e VOILÁ! Lá estará você numa liquidação da C&A procurando uma calcinha que fique legal para usar por cima daquela calça comprada na Renner em 10x sem juros…

Se eu me incomodo com isso? De forma alguma! Só me acho no dever de atentar para as pessoas o quão ridículas se tornam ao simplesmente deixarem-se levar por ideias alheias…

É claro que a moda, apesar de ser um termo deturpado pela indústria de vestimenta, é algo que sugere algo difundido e amplamente aceito…

Mas, pensem bem, queridonas e queridões, uma coisa é a Gisele Bundchen ou o Gianechini ficar bem com aquilo… outra coisa são vocês…

Não há nada mais irritante do que ouvir uma “consultora de moda” dizendo: “Aí você brinca com as formas/texturas/cores/etc”… tipo, a moda é essa, mas, com bom senso, tudo é permitido…

Moda de vestuário não deixa de ser, sobretudo, uma indústria, um mercado, ou seja, eles VENDEM/EMPURRAM coisas em você, mesmo que isso, na interpretação deles seja uma merda, afinal, toda empresa tem que desovar o estoque para começar a produção do próximo ano…

E, sobretudo, o termo moda, é um agravante do preço, onde geralmente aqueles itens custam infinitamente mais por justamente estarem na moda, em relação aos itens que não estão…

resumindo: Você paga mais por um item que todo mundo tem, ao invés de pagar menos em um item que só você tem?

Peraí... pago mais para um item que fará publicidade a alguém que justamente tornará o item mais caro em função disso? Cuma?

Peraí… pago mais para um item que fará publicidade a alguém, e que justamente tornará o item mais caro em função disso? Cuma?

Pois é amigos, a sensação de ser feito de besta lhe soa como aos ouvidos? É legal? Na pirâmide de Maslow, conclui-se que, pessoas pagam mais para sentirem-se fazendo parte de algum grupo… e, daí para frente, a galera deita e rola para justamente te deixar babando de vontade de pertencer àqueles grupos… show, né não?

Adorei esse adereço que combina com a minha 7 léguas estilizada com a Barbie...

Adorei esse adereço que combina com a minha 7 léguas estilizada com a Barbie…

Calça Saint Tropez é o must!!!

Calça Saint Tropez é o must!!!

Anúncios

Read Full Post »

Que os homens são uns escroques, todo mundo já sabe, se bem que a mulherada hoje em dia tá longe de ser muito diferente. Mas, ainda assim, nós, os (antigos) predadores, é que ficamos com a parte folclórica da coisa…

Já sabemos o poder de enrolação delas quando querem conquistar um (pato) pretendente, mas, não ficamos muito atrás quando estamos em busca de algo ou alguém… ou algo em alguém, mais especificamente…

E há muita diferença para o que falamos para o que pensamos, ainda mais dependendo do status em que nos encontramos… por exemplo, se somos uma ‘foda’ prospect ou se já estamos consolidados no cargo, variando é claro, para quando já estamos de saco cheio (ou vazio, nesse caso) e estamos doidos para dar no pé…

Tá, tudo o que foi dito aqui é lugar comum, claro… mas, vai algumas dicas do Mr. M dos Cafas… Eu!

Imaginem a cena:

O cara vai buscar a moça para saírem e a moça aparece com um vestidinho curto, com calcinha minúscula sobressaindo em alto relevo… notem a diferença dos diálogos…

1ª saída:

O dito: – Oi querida, você está linda!

O pensado: – Olha essa calcinha… é barba, cabelo e bigode hoje…

10ª saída:

O dito: – Puxa, curto esse vestido, hein?

O pensado: – Porra, essa mina só tem roupa de piriguete?

5 anos de namoro:

O dito: – Porra, mas não tem nada menos chamativo no armário?

O pensado: – Essa puta tá me dando bola nas costas…

Os homens lendo isso devem estar dando risada, já, as meninas, estão putas me chamando de machista. Afinal, a moça coloca essa roupa ‘chamativa’ só para agradar o rapaz em questão…

Até é, mas a mente masculina tende, com o passar do tempo, achar que a mina que usa lingeries sexys o tempo todo não é lá muito normal. “Preconceito!!! ”, dirão… sim, preconceito é algo inerente ao ser humano… o que no popular se chama presumir.

Quando você vê uma mina com a marca de uma calcinha fio dental, não irá pensar que ela é alguém que usa esse tipo de calcinha para trabalhar porque acha mais confortável… então, é provável que a abordagem seja diferente…

Mas, a mente masculina, insegura e abobada, tende a achar que se aquela calcinha minúscula não é só para ocasiões especiais ou para um momento de ‘agrado’ para ele, a moça em questão pode estar dando bola nas costas…

Mal sabem que hoje em dia a mulherada tem mais medo de ser pega desprevenida com uma calçoila da vovó do que ser pega sem calcinha… então, a tendência é que a maioria delas saia de casa com, no mínimo, uma calcinha ‘plano B’ na bolsa… dessa forma, é bem provável que ela vá estar quase sempre com algo do tipo em uso.

Agora, se você é estúpido o suficiente para, ao perceber a tal calcinha, fazer a leitura de “ela é uma vagaba” ao invés de entender apenas como um “ela quer dar pra mim hoje”, azar o seu. Provavelmente vai acabar na mão… literalmente…

Então amigo, pare de pensar besteira e note que a calcinha é um tipo de ‘status’ que elas usam. Tal qual o ‘online’, ‘offline’ ou ‘ausente’ nos programas de bate-papo, a calçoila quer dizer algo do tipo: “Não me depilei e não vou dar hoje, mas neeeem fodendo (literalmente)”, tal qual o fio dental quer dizer “hoje eu tô pro game…”. Então, basta a você saber ler as entrelinhas para alcançar o entre-lençóis…

Mas, ainda assim, alguns precisam saber se aquele fogo todo é só com eles ou se é com todo mundo… os caras acham que tem que ser ‘o cara’ para ter algo mais duradouro com alguém… então, fica a dica, meninas, a maioria de nós, que já tem problemas suficientes em se relacionar a longo prazo, vai ter mais problemas ainda se vocês não derem a entender que aquele ‘lance’ entre vocês tem algo de único. Simples assim. O raciocínio masculino entende que, se você é assim com todos, ele vira automaticamente ‘mais um’ na sua lista e vai dar um jeito de não se apaixonar ou não criar laços contigo. E não entendam esse ‘algo único’ entre vocês como ter um bebê, a menos que ele seja um jogador renomado ou um empresário cheio da nota e você uma fodida que não tem onde cair morta e não tem a menor vontade de trabalhar honestamente. Aí pode ser.

Resumindo a encrenca: Façam o que fizerem, se quiserem algo mais duradouro com nós, os ogros estúpidos, deixem claro que a criatura é única em alguma coisa pelo menos… senão, contentem-se apenas com a foda esporádica…

E tenho dito.

Esse biquini quer dizer: Dei a última vez em 1936, Help!!!

MALDITO PHOTOSHOP!!!!

Não, meu béém, eu só vou ali na missa e já volto…

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: