Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘foda’

Sinto que vou dar um tiro no pé e arrumar sarna, mas, vamos lá, alguém tinha que dizer isso algum dia…

A nossa tão decantada música POPULAR brasileira é uma MERDAAAA!

Sim, uma merda!

Com raras exceções, a grande maioria do que faz sucesso hoje em dia (e antigamente) só dá para aturar fora do estado normal de consciência…

Sim, elas aumentam o consumo de álcool, drogas e, considerando o funk e a nova merda “sertaneja universitária”, o consumo de camisinha ou pílula do dia seguinte também…

Aliás, que merda é essa de dizer que essa bosta que tocam é sertanejo? Só porque tem uma gaitinha muquirana no meio da batida? E universitário????? Tá de sacanagem, né?

Tentaram justificar o nome “universitário” no sertanejo porque, supostamente, era algo diferente dos chorões cornos lá das grotas que faziam aquelas gritarias pra dizer que tomaram chifre…

Pois não dá para considerar universitário coisas como “barabarabara bereberebere”, “tchutchatcharatchutchutcha”, “Lelele” e outras pérolas espetaculares usadas por nossos “artistas” de hoje em dia…

A julgar pelos refrões, acho que deveriam chamar de “Sertanejo Pré-Primário”… só ganhando do Axé, que só sabe usar vogais… “AêêAêêIOuOUououAêêIleaêêÊ”…

Entrem em acordo… ou o sertanejo vira primário, ou o Axé vira música para pessoas com paralisia cerebral…

Ufa… e nem cheguei no funk ainda… mas, vamos prosseguir com fé em Jesus! Sem esquecer das músicas GOSPEL… com aquelas músicas com sentido dúbio, do tipo “ENTRAAA EM MIMMMMM!”. Digamos que tentar se conectar com Deus é legal. Não se discute isso, embora, devamos ponderar que Deus verdadeiramente é todo amor, pois para aturar isso tudo, só sendo alguém com amor infinito…

E o que dizer da Bosta Nova? Música que sabe-se Deus lá porque consideram sucesso, que volta requentada sempre em uma entrada de novela da Globo do Manuel Carlos, e que azucrina todo santo dia os ouvidos daqueles mortais que tem mulheres que vêem novela…

Esse cara sou eu!

Esse cara sou eu!

Não há como um ser humano normal gostar de Bossa Nova… é praticamente um convite para cortar os pulsos… e endeusar o João Gilberto, que além de chato pra caralho, ainda tem uma voz que não dá para classificar como de um cantor profissional… fora o teor das letras… uma pérola do Jardim de Infância… A do patinho então… pelamor!

Só se salvam os “tarados de Ipanema”, mais pelo seus gostos apurados para mulher do que para o resto…

E seguindo a linda do “Nada é tão ruim que não possa ser piorado”, ilustro aqui este post com essa (merda) música que resolveu juntar todos os refrões abobalhados em um só…

Detalhemos a letra inspiradíssima…

Mistura das Baladas

“O mundo inteiro tá curtindo essa balada
DJ aumenta o som, se liga aí nessa parada
Pra nossa diversão eu misturei esse refrão
Que deixa louca a mulherada

Tcherere Tche Tche, Tcherere Tche Tche
Eu sei fazer o Lelele
Eu quero tchu, eu quero tcha
Ai se eu te pego ai ai, você vai ver (2x)

No mexe, remexe, remexe, mexe
Remexe, remexe, mexe, remexe, remexe, mexe
No mexe, remexe, remexe, mexe, remexe
A gente canta e a mulherada mexe mexe”

Carlos Guerra / Porteira Brasil

“O que eu vou dizer lá em casa?” Como diria Sílvio Luís…

Amigos, um conselho: Se é para deixar a mulherada louca, tentem dar champagne à elas… e, se não funcionar, dá tequila… simples assim…

Agora, se me permitem aprofundar o conselho: com uma música de merda dessas, ao invés de foder a “mulherada louca”, vocês estão é fodendo com a paciência de TODO MUNDO!!!

Cadê meu sublingual?

Não cheguei no funk ainda??? Ah, nem precisa… afinal, o funk nada mais é do que instruções para sexo anal com acompanhamento sonoro…

Acham ainda que eu preciso falar algo a respeito? Deixo aqui a linda letra da Walesca Popozuda (que faria carreira melhor nos filmes pornôs) e o McCatra, que podia ser cover do Kid Bengala e ir esvaziar o saco em quem gosta disso ao invés de encher o meu…

Walesca querida, se o seu cu piscar, filhota, me manda um e-mail ao invés de cantar uma merda dessas, porra!!!

Catra, querido afro-tarado, vai pra puta que  te pariu! Embora eu concorde com a parte da “mamada e copo d’água não se nega a ninguém…”…

 

Read Full Post »

E lá se foi 2012… passou voando, né?

Todo mundo já ouviu isso, nem que seja num elevador ou na fila do banco, na falta de assunto melhor…

mas, os anos passam rápido mesmo… ainda mais para quem repete tudo e se perde na rotina diária…

Mas, o ritual do ano novo, e as (ARGH) tradições que a data pede,  são aquele alento de que “daquiiii pra freeeenteeeee, tudoooo vai ser difereeeeenteeeee” (como diria o Rei Roberto Carlos, antes de acrescentar o “você tem que aprender a ser gente, o seu orgulho não vale nada…”).

Pois eu diria que devemos estar fazendo algo errado…

Vestir branco para pedir paz… PAZ? E de que adianta você se vestir como um pai de santo ou dentista se você vai seguir o resto do ano xingando todo mundo só porque não fizeram as coisas do jeito que você queria?

Comer lentilha e repolho para ganhar grana… até hoje, sigo dizendo, só serviram para me fazer passar o resto da noite peidando tipo bicho… quer grana? Vai trabalhar!! (ou arrumar marido rico)

Se o lance for arrumar marido rico mesmo, colocar aquele vestidinho vermelho “pode vir quente que eu estou fervendo” pode passar mais a impressão de que você quer dar desesperadamente para alguém na festa da “virada” (virando ou não), do que querendo um relacionamento à longo prazo…

Pular 7 ondas? Sim, é divertido para ver as gatas se molhando (ainda mais as que estiverem de roupa branca e tals…), de resto, isso não fará o seu ano melhorar a menos que você FAÇA ALGO PARA ELE MELHORAR…

Ai Ferris, que vergonha...

Ai Ferris, que vergonha… começou com o pintor dizendo “é pró-seco” e terminou com ele dizendo “é pro seu cu…”

Pois, comece livrando-se da culpa do dia seguinte da festa, curando a ressaca e começando a pensar que só há uma maneira de 2013 ser um ótimo ano… é fazendo com que ele seja um ótimo ano dia a dia…

Esquece peças de roupa, comidas, rojões, ondas ou qualquer que for a porcaria que te disseram para fazer na noite do dia 31, NADA, eu disse NADA disso adianta a menos que você passe o resto do ano mentalizando sempre seus objetivos… que esqueça promessas bestas e fique com o que é possível… com o que é palpável…

não venha com a merda da “paz mundial” se você é incapaz de viver em paz com o vizinho do lado…

comece com o simples… o corriqueiro… o fácil… se funcionar, vá incrementando…

Siga nos dias seguintes à virada como se estivesse mentalizando no dia anterior… só que com menos bebida, claro… mentalize coisas boas todos os dias… e não em data específica…

Comer antes ou depois da meia noite? A ceia antes, a namorada depois… ou vice-versa…. não recomendo os dois ao mesmo tempo pois pode dar congestão…

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: