Feeds:
Posts
Comentários

E lá se foi 2012… passou voando, né?

Todo mundo já ouviu isso, nem que seja num elevador ou na fila do banco, na falta de assunto melhor…

mas, os anos passam rápido mesmo… ainda mais para quem repete tudo e se perde na rotina diária…

Mas, o ritual do ano novo, e as (ARGH) tradições que a data pede,  são aquele alento de que “daquiiii pra freeeenteeeee, tudoooo vai ser difereeeeenteeeee” (como diria o Rei Roberto Carlos, antes de acrescentar o “você tem que aprender a ser gente, o seu orgulho não vale nada…”).

Pois eu diria que devemos estar fazendo algo errado…

Vestir branco para pedir paz… PAZ? E de que adianta você se vestir como um pai de santo ou dentista se você vai seguir o resto do ano xingando todo mundo só porque não fizeram as coisas do jeito que você queria?

Comer lentilha e repolho para ganhar grana… até hoje, sigo dizendo, só serviram para me fazer passar o resto da noite peidando tipo bicho… quer grana? Vai trabalhar!! (ou arrumar marido rico)

Se o lance for arrumar marido rico mesmo, colocar aquele vestidinho vermelho “pode vir quente que eu estou fervendo” pode passar mais a impressão de que você quer dar desesperadamente para alguém na festa da “virada” (virando ou não), do que querendo um relacionamento à longo prazo…

Pular 7 ondas? Sim, é divertido para ver as gatas se molhando (ainda mais as que estiverem de roupa branca e tals…), de resto, isso não fará o seu ano melhorar a menos que você FAÇA ALGO PARA ELE MELHORAR…

Ai Ferris, que vergonha...

Ai Ferris, que vergonha… começou com o pintor dizendo “é pró-seco” e terminou com ele dizendo “é pro seu cu…”

Pois, comece livrando-se da culpa do dia seguinte da festa, curando a ressaca e começando a pensar que só há uma maneira de 2013 ser um ótimo ano… é fazendo com que ele seja um ótimo ano dia a dia…

Esquece peças de roupa, comidas, rojões, ondas ou qualquer que for a porcaria que te disseram para fazer na noite do dia 31, NADA, eu disse NADA disso adianta a menos que você passe o resto do ano mentalizando sempre seus objetivos… que esqueça promessas bestas e fique com o que é possível… com o que é palpável…

não venha com a merda da “paz mundial” se você é incapaz de viver em paz com o vizinho do lado…

comece com o simples… o corriqueiro… o fácil… se funcionar, vá incrementando…

Siga nos dias seguintes à virada como se estivesse mentalizando no dia anterior… só que com menos bebida, claro… mentalize coisas boas todos os dias… e não em data específica…

Comer antes ou depois da meia noite? A ceia antes, a namorada depois… ou vice-versa…. não recomendo os dois ao mesmo tempo pois pode dar congestão…

Ah, os anos 80…

Eu nasci em 75, logo, estou quase batendo nos 40 anos… mas, digamos, os anos 80 foram o início de tudo…

Lembro da época de colégio, dos filmes da sessão da tarde, de correr para chegar em casa e pegar os episódios do Ultraman, na Rede Manchete (canal 4), de chorar pedindo um Atari, de exigir ganhar um tênis Marathon da Adidas, mas minha mãe continuar me dando um tênis Montreal (o do Sílvio Santos), no mínimo achando que “Ah, tudo começa com M mesmo…”.

E os primeiros romances… todos platônicos, é claro, afinal, só fui beijar a primeira vez já com 15 anos, coisa que hoje em dia deve ser classificada como sintoma de homossexualidade…

Vergonha de chegar na mulherada em reuniões dançantes, onde o clímax da noite era dançar a “Making Love out of Nothing at All” do Air Supply agarrado naquela guria que eu suspirava ao vê-la… e, se ela colocasse a cabeça no meu ombro então, já era… eu sorria o resto da noite abobalhado… um pouco diferente de um baile funk hoje em dia, né não?

Pois essa música do Air Supply, era a minha preferida para ficar abraçado na gata, embora a “Stairway to heaven” demorasse bem mais a acabar… e, vejam como eram as coisas… a letra diz algo do tipo “fazer amor em troca de nada…”. Em troca de nada????

Pois é, naquele tempo se fazia sexo sem pedir nada em troca… algumas, é claro… outras só casando… e outras, só em cash…

Dêem uma olhada no clipe, na letra e nos detalhes da época…

É, que época boa… passei batido no quesito “eficiência”, pois, como eu costumava dizer, eu não pega nem gripe, mesmo dormindo pelado no freezer, nessa época…

Mas, com o tempo, veio a época dos cabeludos, a faculdade, a descoberta de que alcoolizar as moças facilitava um monte as coisas… mas, isso é uma outra história…

Ah mulherada…

o bom e velho chororô de que homens são todos canalhas que pensam apenas com a cabeça de baixo e que blablabla whiskas sachê… e que corneiam vocês por serem vis, cruéis e que não têm alma…

Bem, isso era coisa do século passado…

Hoje em dia, a mulherada dá mais que chuchu na cerca (ou na serra?) e troca de parceiro tanto quanto toma pílula do dia seguinte… E, certamente, nos metem tanto chifre quanto metemos nelas até hoje… parabéns, queriam igualdade? Pois conseguiram… em matéria de escrotice, vocês já se igualam a nós…

Mas, como sou um ser do sexo masculino, só vou explicar o porque que nós pulamos a cerca…

E o motivo é bem simples… É PORQUE VOCÊS USAM O SEXO COMO BARGANHA…

Sim, a mulherada usa sexo como barganha para atingir seus objetivos… mais ou menos como o petisco funciona no adestramento canino… se sentarmos, dermos a patinha, vermos a novela, puxarmos a cadeira, abrirmos a porta do carro, dermos flores, etc, etc e tals, aí ganhamos um boquetezinho pelo menos no fim da noite…

Ah, mandou a namorada à merda porque ela quis te levar no cinema para ver o final da saga Crepúsculo? Pode crer que vai acabar a noite socando uma vendo putaria na net…

Pois alguns bravos paladinos que não se vendem por aquela posiçãozinha que ela só libera quando quer realmente alguma coisa de você, que tantos nos orgulham, fazem o quê frente à tão escancarada (ou apertada, sei lá) chantagem? Mostram à essas manipuladoras que, como a lei mercadológica manda, toda e qualquer negociação é baseada na lei da oferta e da procura…

Se a sua oferta for superior à da demanda, será vitoriosa, senão, lascou-se!

Traduzindo: Se você for extramente boa no que faz, e o cidadão não tiver mais ninguém dando em cima dele, ele se sujeitará ao proposto. Afinal, sem nenhuma foda prospect, a tendência é que o cara ceda na oferta mais cômoda (ou fácil). Já, se o cara tem cartas na manga (ou telefones na agenda/perfis no facebook), ele te dará uma lição no estilo: “se o lance é leiloar a buceta, tenho quem dê de graça”… e sabemos todos que tem quem dê só por prazer ainda, e não como recompensa por serviços prestados…

Meninas, foi-se o tempo em que os homens faziam qualquer coisa por uma transa. Graças a vocês mesmas, com a tal liberdade sexual, conseguiram transformar o sexo em uma coisa tão banal, que, se você se negar, tem várias outras que não negarão… ou por darem-se conta que o artigo macho comedor anda escasso no mercado, ou mesmo porque já perderam a barganha para alguma “sirigaita vagabunda” da vizinhança…

Algumas, é claro, evoluem com esses erros, enquanto outras, ainda vão ter a cabeça ornamentada por outras inúmeras vezes, enquanto acham-se a última bolacha do pacote e que vão escravizar o coitado só para ele conseguir dar aquela esvaziada no saco…

As feministas reviram-se do avesso ao lembrar que, quando queimavam sutiãs em praça pública, exigiam liberação da repressão machista e não para que “marchas de vadias” saíssem com peitos de fora, bradando aos 4 ventos que “a buceta é minha e eu dou pra quem quiser”… pois bem queridas, vocês têm o direito de darem para quem quiser, tal qual nós, temos o direito de comer quem quisermos… e, em tratando-se de homens, geralmente queremos comer TODAS. Mas, como dizem, um produto com muitos clientes nem sempre é chancela de qualidade superior… pode apenas ser porque está em promoção à baixo custo mesmo…

Então, para finalizar, #fikadika de que, não importa o quão gostosa você é… se você começar a usar do mais velho expediente do mundo, embora no seu caso possa ser diferente, ou seja, você troca “serviço” por outro “serviço”, ao invés de cobrar em cash… é bem provável que o seu parceiro vá ao mercado para saber se ele realmente está fazendo um bom negócio ou não… afinal, benchmarking é um comparativo que todos utilizamos para equiparar custo x benefício… lei primária do marketing…

Simples assim…

... aí eu peguei ele assim e...

… aí eu peguei ele assim e…

Fico um eito de tempo sem aparecer, e, quando resolvo dar uma espiada para ver o que acontece por aqui, encontro nos comentários coisas desse tipo:

“LEIA SOZINHO porque no passado eu também não acreditava que ia dar certo, mas? funciona mesmo!!! Entrei neste site e fiz esta prece. Fiz para ver se ia dar certo e deu, assim que acabei meu amor ligou. A pessoa que eu copiei também não acreditava mas para ela também funcionou! AGORA VEREMOS? Diga para você mesmo o nome do único rapaz ou moça com quem você gostaria de estar (três vezes)? Pense em algo que queira realizar na próxima semana e repita para você mesmo (seis vezes). Se você tem um desejo, repita-o para você mesmo (Venha cá ANJO DE LUZ eu te INVOCO para que Desenterre AA de onde estiver ou com quem estiver e faça ele ME telefonar ainda hoje, Apaixonado e Arrependido, desenterre tudo que esta impedindo que AA venha para MIM l, afaste todas aquelas que tem contribuído para o nosso afastamento e que ele jnc não pense mais nas outras? mas somente em MIM. Que ele ME telefone e ME AME. Agradeço por este seu misterioso poder que sempre dá certo. Amém?). Publique esta simpatia por três vezesSó mesmo esta simpatia, quero compartilhar com você a minha alegria e mostrar que se para mim deu certo para você também dará basta copiar e colar por três vezes em inforum diferente esta simpatia abaixo e logo em 48hs você terá uma linda surpresa, beijos Ainda esta noite de madrugada o TEU amor dará conta de que TE ama, algo assim acontecerá entre 1 e 4 horas da manhã esteja preparada para o maior choque de sua vida! Se romper esta corrente terá má sorte no amor

Ok. Vejamos… por onde começar a ANALise disso?

Ponto 1: Ler sozinho essa merda, por quê? Certamente porque na companhia de qualquer pessoa com mais de 1 neurônio, a criatura atentaria para o fato de você ser um imbecil apenas pelo fato de ter lido isto até o final… Se ponderou em fazer isso, sinto informar que o suicídio é quase que uma obrigação sua para com o futuro da humanidade…

Ponto 2: A pessoa tenta te trazer para o time com um argumento “de peso”: Eu também não acreditava que ia dar certo… que, traduzindo, quer dizer: Eu também me achava inteligente o suficiente para ridicularizar essa merda, mas, resolvi tentar e… adivinhe? Não deu merda nenhuma, e, portanto, vou trollar vocês também, seus fiodumaronquifuça!

Ponto 3: A credulidade… eu achava que não ia dar em nada… mas, como estava sem nada para fazer, e nem tava afim de fapar umazinha para descontrair, resolvi entrar na macumba virtual para ver se desencalho e pego alguém… MEU FIO/MINHA FIA, PARA COMER ALGUÉM HOJE EM DIA, NÃO PRECISA FAZER ESSE MONTE DE TRECO, BASTA TER FACEBOOK, SEXLOG OU O D4SWING… e olhem só, até uma pessoa que eu copiei essa trollagem, e também foi imbecil ao ponto de fazer, se deu bem… (é o bom e velho: “Não fui eu quem brochei, doutor, foi um amigo meu…”, reloaded).

Ponto 4: Mãos à obra: “Diga para você mesmo o nome do único rapaz ou moça com quem você gostaria de estar (três vezes)? Pense em algo que queira realizar na próxima semana e repita para você mesmo (seis vezes)”. Ok: MEGAN FOX, MEGAN FOX, MEGAN FOX… GANHAR NA MEGA SENA ACUMULADA, GANHAR NA MEGA SENA ACUMULADA, GANHAR NA MEGA SENA ACUMULADA, GANHAR NA MEGA SENA ACUMULADA, GANHAR NA MEGA SENA ACUMULADA, GANHAR NA MEGA SENA ACUMULADA…

Ponto5: “Se você tem um desejo, repita-o para você mesmo (Venha cá ANJO DE LUZ eu te INVOCO para que Desenterre AA de onde estiver ou com quem estiver e faça ele ME telefonar ainda hoje, Apaixonado e Arrependido, desenterre tudo que esta impedindo que AA venha para MIM l, afaste todas aquelas que tem contribuído para o nosso afastamento e que ele jnc não pense mais nas outras? mas somente em MIM. Que ele ME telefone e ME AME. Agradeço por este seu misterioso poder que sempre dá certo. Amém?” – Bem, dá para notar que trata-se de uma moça pedindo para o anjo, coitado, que já tem trabalho suficiente atendendo à todos que acham que o mundo acaba agora dia 21/12/12, e, fazer com que ele foda toda tentativa do coitado com outras mulheres, para fazer ele voltar para ela… ou seja, ela quer um anjo para fazer trabalho de Exú… foder o relacionamento alheio para trazer a pessoa amada em 48 horas, enquanto os concorrentes do mercado, como o Pai Jurubeba de Agandjú, só traz em 3 dias… Isso é a inflação do mercado dos pais-de-santo… concorrência desleal… cadê o PROCON quando se precisa?

Ponto 6: “Publique esta simpatia por três vezesSó mesmo esta simpatia, quero compartilhar com você a minha alegria e mostrar que se para mim deu certo para você também dará basta copiar e colar por três vezes em inforum diferente esta simpatia abaixo e logo em 48hs você terá uma linda surpresa, beijos Ainda esta noite de madrugada o TEU amor dará conta de que TE ama, algo assim acontecerá entre 1 e 4 horas da manhã esteja preparada para o maior choque de sua vida! Se romper esta corrente terá má sorte no amor – Notem que, tirando os erros de escrita, a criatura quer dizer a todos que, ela, a benfeitora, que tirou o homem de outra e o trouxe para ela usando as forças dos anjos para ferrar outra pessoa, quer que você siga o mesmo caminho para fazer uma criatura aparecer entre 1h e 4h da matina dizendo que te ama… meninas… TODOS OS HOMENS FAZEM ISSO… BASTA QUE ENCHAM A CAVEIRA DE CANHA… Aliás, puta hipocrisia… porque, com o passar dos anos de relacionamento, quando ele continuar chegando em casa entre 1h e 4h da matina dizendo que te ama, você vai querer rachar o coco dele com um pau de macarrão, xingando ele de tudo que é coisa e acusando o pobre coitado de ter passado a noite da zona…

Ponto 7: Isso tudo prova, mais uma vez, que a mulherada não tem a menor coerência nem com o que realmente desejam… Querem arrumar homem? Escrevam no seus status no facebook: “Acordei querendo dar…”… simples assim!

Tá amarrado em nome de Jesus! SARAVÁ, MIZIFIO!

Tá amarrado em nome de Jesus! SARAVÁ, MIZIFIO!

Frase caractrística dos anos 80 e 90, que, inclusive quem frequentava fliperamas nesta época via sempre nas telas antes de iniciar os jogos. Do tempo em que o meu maior stress na vida era o tema de matemática pro outro dia… bons tempos…

Mas, será mesmo que vencedores não usam drogas?

Os mais relativistas irão dizer ainda: defina droga, meu camarada…

Pois então, para não perder o costume, vou tentar definir… com a ajuda do amansa…

dro.ga
s. f. 1. Qualquer substância ou ingrediente que se aplica em tinturaria, química ou farmácia. 2. Gír. Coisa ruim, imprestável. Interj. Exclamação que exprime frustração no que se está fazendo.

Ok, ainda não achamos o tal sentido de ‘droga’ que a afirmação tenta abordar… vamos adiante…

dro.ga.ri.a
s. f. 1. Quantidade de drogas. 2. Comércio de drogas. 3. Loja onde se vendem drogas.

Bem, não dá para colocar uma farmácia e uma ‘boca’ de fumo em uma mesma palavra… vamos tentar ser mais específicos…

dro.guis.ta
s. m. e f. 1. Pessoa que vende drogas. 2. Dono de drogaria.

Dono de farmácia, pelo dicionário é a mesma coisa que traficante???

Pois é, depois eu digo que a merda da língua portuguesa já é tão confusa quanto todo o resto do país, dizem que eu sou ranzinza…

Mas então, descartemos essa porcaria de dicionário e vamos nos basear pela terminologia popular… drogas são aquelas coisas que a galera usa para se chapar e remédio é outra coisa. Ou não?

Bem, vejamos, a afirmação de que vencedores não usam drogas referia-se à substâncias ilícitas apenas? Variam de país para país onde algumas deixam de ser ilícitas? Por exemplo na Holanda, como fica? Ou então teremos que concluir que não existem vencedores na Holanda? Maldita lógica linear!

Mas os próprios videogames, embora o aviso que aparecia na tela, faziam outras coisas… ou ninguém aqui lembra do PAC-MAN que comia pastilhas que deixavam tudo piscando (bem parecido com o LSD) e comia os fantasmas em seguida? Ou o próprio Mario…

Mas, peraí, tem mais coisas… tem a velha teoria conspiratória que diz que o próprio FBI inventou o LSD… como já achei aí pelo Google: “Existem provas de que a organização financiou a produção deLSD na Califórnia, nos anos 1960 e como parte do programaMK ULTRA, nos anos 1970.” – fonte: http://bloglaurabotelho.blogspot.com.br/

Teorias apenas, dirão… tal qual dirão que eu mesmo caí em um barril de LSD na infância, e, tal qual o Obelix, fiquei com os efeitos permanentes… aliás, os próprios gauleses de Goschini e Uderzu só não eram ‘irredutíveis’ porque se chapavam com a poção do druída? E aí?

Já dizia o Rappa que é porque os remédios normais não amenizam a pressão, mas, o que há de mais intrínseco no âmago da questão? (e sem cuspe)

Bem, digamos que ‘muletas’ sempre foram necessárias para mudar a percepção humana. Aliás, dizem, que para quem acha que será curado, até um placebo cura. Também, dizem, que se alguém disser que a água que você acaba de tomar foi batizada com LSD, provavelmente você vai começar a sentir os efeitos, mesmo que estejam mentindo quando dizem isso…

Onde quero chegar? Simples, no poder da mente humana… é nela que está toda a química necessária. E o mais estranho, ela se readapta sem que se tenha a menor idéia de como funciona. Para mim, esse papo psiquiátrico é mais balela do que qualquer coisa. Há quem dirá que você não é doido de pedra, apenas está com falta de algum elemento em seu corpo… pode até ser… mas, como dizia o analista de Bagé, do L.F. Veríssimo: louco se cura é no laço!

O que eu quero dizer com isso?

É que a capacidade de se curar depende mais de você do que do que você consume… esse papo de que você é o que você come não é bem assim (tirando a questão sexual, claro)…

Também acho que muletas ainda são necessárias, como aspirinas para dor de cabeça e tal, afinal, a tal nova era onde seremos uma raça evoluída e não precisaremos disso parece ainda estar longe… remédios, eu digo…

Remédios e drogas… qual o limite?

Usar algo que te motive ou te estimule para uma tarefa, faz com que você tenha ‘sacaneado’ algum concorrente que não usou?

Para quem disse sim, lembre que sua filha, por exemplo, gritando na torcida pode ser muito mais poderoso do que qualquer boleta…

E, seguindo por essa linha, elenquemos:

– Uma foda magistral fica diminuída por quem usou viagra?

– Uma pessoa feliz é menos feliz porque está tomando Fluoxetina para tal?

– Uma pessoa em forma que toma inibidores de apetite e faz lipo é apenas um gordo com ‘cheatcodes’?

– Alegar para todos que você é uma mulher que não sofre efeitos de TPM mas toma prímaris…

– Quem terminou o clássico game “Doom” usando IDDQD e o IDKFA (pesquisem no google) é um sacana?

Questões, ó Deus, quantas questões?!

Pois bem, já conseguiram notar onde eu queria chegar? Não? Porra, vai tomar uma ritalina então!!!

Simplesmente na boa e velha hipocrisia humana… onde beber e dirigir não pode, mas cheirar pó ou fumar maconha e dirigir pode… por exemplo…

Não suas antazzzzzz!!! Não estou dizendo então que é para liberar geral e deixar na mesma merda… só estou dizendo que sempre há interesses revestidos nas decisões ao invés de simplesmente abordar o todo…

Doooorgas mano, dooorgas… elas fazem as pessoas perderem a cabeça e fazer coisas que não deviam, certo?

Pois bem, já vi mulheres causarem estes mesmos efeitos em mim…

Vencedores não usam drogas, não abrem portas para estranhos, olham para os dois lados antes de atravessar a rua e ajudam senhoras de idade com as compras, não gostam do Pânico na TV e odeiam novelas da Globo (e alguns ainda dirão que não lêem a Veja também)… agora sim, a coisa vai que vai!

Não, o título do post não tem nada a ver com a banda Emo… mas, como é um recomeço do blog e a palavra-chave pode me fazer bombar no google com vários (doidos) fãs dos caras que caiam aqui sem querer… enfim… marketing é tudo na vida…

Enfim, de volta aos trabalhos depois de um longo tempo no estaleiro, à medida do possível, vou postar uma coisa ou outra por aqui…

Me deparo com uma mensagem de alguém que se autodenomina cético (embora no decorrer da questão elaborada por ele possa parecer que o maior problema do mesmo não é o ceticismo) e que diz o seguinte:

Prezado,

meu pai tem 85 anos e é viúvo da minha mãe. Ele é surdo, ranzinza, careca, está ficando gagá e nem com viagra funciona mais. Não é rico, mas ele tem boas aposentadorias que permitem que ele viva confortavelmente. Só que ele está com uma mulher mais nova que eu (e bem mais gostosa que minha mulher) que jura que é apaixonada por ele (mas tem um “primo” que não larga dela). Devo acreditar nela?

Nesse ensejo, tenho outras dúvidas mortais: Papai Noel existe? Existe político honesto no Brasil? O Lula não sabia de nada?…

Respondendo ao amigo:

Meu caro cético, me parece que o problema que enfrentas é bem comum em se tratando de uma novela ruinzinha da Globo. Podemos ver isso quase que eternamente, com direito ao Faustão tentando dar um cunho social para a lenga-lenga…

Bem, acho que estamos diante de um lugar-comum… afinal, este caso todo é uma sequência de clichês. Todos sabemos que quem gosta de homem é (viado) homossexual. Mulher gosta é de dinheiro. Ainda mais no caso do vosso progenitor que, com todo o respeito, só serve para peso de papel. Se nem com o azulzinho a pipa do vovô não sobe mais, fica claro que a intenção da moça não é brincar de ‘pra que lado vai cair’… 

Eu diria o seguinte: se não pode vencê-los, junte-se a eles. Troque o primo dela por você mesmo que, na pior das hipóteses, dá para ainda dividir a herança e ainda dar uns pegas na gostosa. É claro que, se der uns pegas, ela irá usar contra você isso para que você gentilmente ceda a sua parte da herança para a moçoila manter o sigilo com a sua nega-véia…  como toda boa novela ruim da Globo – Deja vù –

Outra alternativa é trocar o viagra do véio por gardenal, ritalina ou derivados, para ver se o tiozinho acorda e cai na real…

Quanto aos demais dilemas morais:

1) Papai Noel existe sim, ele é o seu pai. Afinal, é um velho que tem um saco de brinquedo e que uma vez por ano dá alegria para alguém… com ganhos materiais, claro.

2) Político honesto no Brasil é como nota de 100 reais. Dizem que existe, mas dificilmente se vê uma por aí…

3) O Lula fez o estilo do seu pai também. Ele sabe das coisas, mas prefere fingir que gostam dele pelo que ele é, e não pelo que ele proporciona. E, tal qual o povo, sempre tem um primo (político) para foder com os planos…

Por isso que dizem os sábios: Diga-me com quem andas que te direi se vais a pé… trabalhar, meu camarada, é para os fracos. O mundo é dos espertos. Os que estudam puxam a carroça para os safados chicotearem, e, aos espertinhos, só resta ficar fazendo piadas em blogs inúteis tipo este…

Fugas…

Buenas,

fiquei um tempo afastado, por motivos de força maior, mas, devagarzinho, vamos tentando retomar a vida… nada de mais, não precisam se preocupar, caso o fizessem…

Estava eu, nesse meio tempo, pensando sobre as fugas que podemos ter…

Alguns bebem, outros se drogam, outros vão para o sexo, outros dormem, ou, alguns outros, fazem todas as anteriores…

A cada dia vemos mais pessoas com síndromes, algumas, ridículas, mas, não menos problemáticas para quem se acomete delas.

No meu caso, eu dormia. Não sou chegado a drogas, embora ainda veja uma comédia romântica que outra, nem bebo; o sexo que é bom, depois de casado, vira coisa rara, ainda mais com um frio desses de lascar, onde o pau vira um clitóris com recursos avançados. Amantes são uma boa pedida, mas, na fase de tentativa de refazimento moral em que me encontro não é algo a se ponderar… não, não deixei de gostar de mulher, apenas estou tentando contar o ímpeto de fazer cagada, afinal, há coisas mais importantes na vida do que simplesmente comer uma gostosa (embora não tenha nada melhor).

Enfim. Mas, onde chegar com isso tudo?

Simples.

O ponto é do porque precisamos de fugas?

Fugas da realidade em que nos encontramos.

O querer fugir de onde você se encontra, na verdade, é um sinal de alerta que todos devemos entender como: “Há algo errado”. E, nesse simples comando mental, ativar um refinamento para tentar entender o porque você não gosta daquilo.

Nesse ponto, devemos separar as nossas conclusões para análise posterior. Afinal, o que achamos que é bom para nós nem sempre REALMENTE é bom. Pode ser, a curto prazo, por exemplo, no caso de alguém que está afim de algo novo, fazer algo doido para quebrar a rotina. Não há nada de mal nisso, certo? Nem sempre…

Sempre tem como ficar pior do que está. Ou, como diria o filósofo: Não há nada tão ruim que não possa piorar…

A tática do ‘bode na sala‘, as vezes, pode nos remeter a uma conclusão de que a coisa não era tão ruim quanto imaginávamos…

Mas, ainda assim, se você se der conta de que toda e qualquer coisa que aconteça na sua vida não é por acaso, poderá concluir que todos somos o somatório de nossas experiências, e, ao contrário do que alguns possam achar, não é o conhecimento que acumulamos que faz a diferença, mas sim, como procedemos frente às situações que se apresentam.

Sim, podemos aprender que a tomada dá choque apenas ouvindo alguém nos dizer isso, ou, se preferirmos, podemos enfiar os dedos em uma para ter a real dimensão da coisa. A escolha é de cada um.

O que eu acho é que para alguns, fugir da realidade é um consolo, é ter um momento de alegria num mar de merda… mas, para outros, encarar essa realidade pode ser, embora dolorida no processo, bastante libertadora ao final.

E foda-se se você concluir que é incompatível com algumas coisas. É normal. O que conta mesmo é você ter certeza de que o seu modo de vida não agride os outros, não te faz fazer coisas imorais, criminosas ou que tragam prejuízo aos outros.

Como ouvi outro dia, nada que tenhamos que fazer escondido pode ser algo bom. É claro que ninguém vai começar a cagar de porta aberta, mas, ainda assim, tenho que concordar que a verdade é bastante libertadora. Não ter o que esconder, não ter o rabo preso e não ter medo de que descubram aquele seu ‘podre’ é o que eu poderia classificar como a verdadeira liberdade. Uma pessoa que não tem o que temer é alguém que pode ver o mundo de cabeça erguida. E, triunfando ou não ao final, pelo menos ela terá sempre a sua consciência leve…

Não estou pregando que devamos nos tornar santos da noite para o dia. Só estou contando o quanto eu tenho passado por momentos beirando à viagem fora da casinha, mesmo não me drogando, nesses últimos dias.

Se reprogramar é um processo que envolve sim uma boa dose de dor. Pois nesses momentos você encara todos aqueles ‘demônios’ internos. Mas, superá-los é algo que dá bastante alegria…

Resumindo isso tudo. Paremos de transferir culpas dos problemas. Cada um de nós pode (e deve) pelo menos não se conformar com o que te aflige. Porque esse processo todo, além de te tornar alguém um pouco melhor, certamente, por irradiação, poderá fazer do mundo, um lugar menos dolorido.

E era isso…

Bom, vou pro meu grupo de oração lá no retiro (e coloco de volta) espiritual

%d blogueiros gostam disto: